ASSOCIE-SE

Associe-se e desfrute de muitas vantagens

CLIQUE AQUI

Entre em contato 51 3268-1611

A+ A-

02/08/2022

APCEF solicita informações à Funcef sobre capitalização de juros nas operações de empréstimos com participantes

Recentemente foi divulgada na imprensa e nas redes sociais uma decisão judicial do Superior Tribunal de Justiça – STJ, na qual foi firmado entendimento da ilegalidade da capitalização mensal de juros nos empréstimos concedidos pelas entidades fechadas de previdência. Tal decisão está gerando dúvidas a participantes pessoas atendidas pela Funcef, pois determina que somente é possível a capitalização anual no limite de 12% quando expressamente prevista esta condição no contrato de empréstimo.

Na ocasião do julgamento do Recurso Especial 1.854.818, o Min. Relator Marco Buzzi atestou que “nesses empréstimos, é ilegítima a cobrança de juros remuneratórios acima do limite legal, e que as entidades fechadas apenas estão autorizadas a capitalizar os juros na periodicidade anual, desde que o encargo tenha sido pactuado na vigência do Código Civil de 2002, pois são legalmente proibidas de ter fins lucrativo”.

Diante desse fato, a diretoria da APCEF/RS encaminhou correspondência na segunda-feira (1º), com requerimento à presidência da Funcef para que preste informações, com urgência, sobre o enquadramento dos empréstimos disponibilizados pela entidade às regras definidas na citada decisão judicial, e, em caso de desenquadramento, quais as medidas administrativas serão adotadas para a correção da eventual ilegalidade.

Tão logo a resposta seja encaminhada pela Funcef, faremos a divulgação e orientaremos associados e associadas sobre as medidas adequadas a serem adotadas para correção de qualquer irregularidade.

Alerta-se, assim, que o ajuizamento de ações sobre o tema neste momento mostra-se precipitado e que a revisão dos contratos de empréstimo desprovida da necessária cautela poderá agravar os planos de equacionamento de déficits em andamento na Funcef.

Leia o documento na íntegra aqui.

*Com a contribuição do assessor do Seguro Jurídico, advogado Ricardo Só de Castro, do escritório Ar Advocacia Humanizada.

Últimas Notícias


Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal do Rio Grande do Sul
Gestão CONSTRUINDO O BEM COMUM - 2021/2024
Avenida Coronel Marcos, 851, Ipanema, Porto Alegre / RS | CEP 91760-000
Telefone: (51) 3268-1611 | Fax: (51) 3268-2700